terça-feira, 11 de outubro de 2016

SOBE ROUBO DE MOTOS

Alerta: roubos de motos de grande porte crescem consideravelmente na primavera e verão

FAÇA UMA COTAÇÃO ON-LINE


Boletim “Economia do Crime” Tracker-Fecap aponta para alta de 89% no número de ocorrências entre junho e dezembro de 2015

O número de motocicletas acima de 250 cilindradas roubadas ou furtadas na capital paulista deu um salto de 89% entre o inverno e o verão do ano passado. Os dados são do Boletim Econômico Tracker-Fecap, elaborado pelo Grupo Tracker – maior empresa de rastreamento e localização de veículos do Brasil com cerca de 350 mil clientes – e a Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) – referência na área de Gestão de Negócios.

“O índice Tracker-Fecap indica um comportamento sazonal, influenciado pelas estações do ano. O roubo de motos cresce nos períodos mais quentes (outubro, novembro e dezembro) e diminui nos meses mais frios (maio junho e julho)”, afirma Frederico Lanzoni, do setor de Inteligência Competitiva do Grupo Tracker.

No comparativo do índice acumulado mês a mês, retirando as flutuações decorrentes do efeito sazonal, verifica-se um crescimento de 3% no número de roubo e furto de motocicletas na capital paulista, entre junho de 2015 e junho de 2016. “Nos últimos meses, houve uma migração considerável de condutores de automóveis para motocicletas, devido ao custo mais acessível e a manutenção mais barata dos veículos de duas rodas. Este fator gera uma visibilidade maior da categoria motos”, analisa Lanzoni.

Nenhum comentário:

Postar um comentário