terça-feira, 18 de outubro de 2016

YOUSE - CUIDADO

Youse Seguros Promete Muito.

A Youse vem enganando o consumidor antes mesmo de ter autorização da Susep para operar. Imagine o que fará depois, se obtiver essa autorização? O questionamento foi feito pelo presidente da Fenacor, Armando Vergilio, em entrevista ao programa Bate Bola, comandado pelo diretor do CQCS, Gustavo Doria Filho.

Armando Vergilio espera que a Susep puna de forma exemplar a companhia, por cometer ilicitudes que podem trazer sérios prejuízos para o consumidor. Ele revelou que a Fenacor já fez três denúncias contra essa empresa. “Não podemos aceitar que essa companhia continue desrespeitando a legislação. A Youse tem apenas uma autorização preliminar para resolver atos societários, não para operar. Eles atropelaram processo e fazem propaganda enganosa, enganando o consumidor”, criticou.

O presidente da Fenacor questionou ainda a postura da Caixa, que é controladora da Youse. Vergilio lembrou que a Caixa tem um “histórico negativo” no mercado de seguros, o que a obrigou, inclusive, a celebrar, com a Susep, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), por venda irregular de apólices. “Então, é preciso ver se esse TAC está sendo descumprido”, alertou.

Na entrevista, Vergilio falou ainda que importância de a Susep ser comandada por um profissional com amplo conhecimento do mercado. Segundo ele, esse conhecimento será vital para que haja mais sensibilidade na autarquia para a busca de soluções que favoreçam os consumidores, o Estado e o mercado. “O setor, agora, pode voltar para o trilho, ajudando o Brasil na retomada do crescimento econômico”, frisou.

Ele destacou ainda o papel que o Ibracor tem a cumprir como órgão auxiliar da Susep na supervisão do mercado. “Só existem dois tipos de pessoas que são contrárias à existência dessa autorreguladora: quem não a conhece ou o corretor mal intencionado”, observou o presidente da Fenacor, para quem a adesão ao Ibracor não pode ser opcional, pois, dessa forma, apenas os profissionais sérios irão se associar espontaneamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário