terça-feira, 22 de novembro de 2016

PREÇO DO SEGURO

Fatores que influenciam no preço do seguro do automóvel

São diversas as variáveis que influenciam no preço do seguro do automóvel. O preço total tem como base os possíveis riscos constatados a partir de informações fornecidas pelo cliente na hora em que preencher o formulário.

São inúmeros os fatores que compõe a precificação do seguro, uns mais relevantes do que os outros. Dentre eles estão a idade e sexo do condutor, endereço (se fica em uma zona de risco), assim como se a pessoa tem garagem em casa.

Quanto à idade, se o condutor tiver menos de 25 anos, o valor vai ser maior. Quando a seguradora faz o questionário, pergunta a idade da pessoa e se há dependentes com menos de 25 anos. Eles entendem que quem é mais jovem está mais exposto a riscos.

Outros quesitos importantes são a distância percorrida diariamente e onde o automóvel passa a noite. As necessidades de uma pessoa que mora a cinco quadras do trabalho são diferentes das de quem trabalha mais longe. Na hora de responder às perguntas, você deve colocar a quilometragem que é rodada por dia. Também é observado se o cliente tem garagem fechada em casa ou não. Ainda sobre o lugar onde o veículo vai ficar, a cidade e o bairro também são considerados, baseados nos seus índices de violência. Se você mora em um lugar que tem maiores índices de roubos, é provável que o seu seguro seja mais caro do que de quem está num lugar mais seguro. Por isso, cidades menos violentas têm seguros mais baratos, aponta a coordenadora.

Apesar disso, é a combinação destes critérios que impacta no valor total. Não é só um critério, mas é a soma deles. Alguns pontos são mais relevantes, outros menos.

Segurar carro 2017 sai mais barato Antes de comprar um carro zero é importante levar em conta o preço do seguro. De fato, essa informação pode ser o fator chave de escolha entre um veículo 2017 e um 2016.

Comparando os modelos 2016 e 2017 dos cinco carros mais comprados no Brasil, a versão 2017 possui seguro em média 6% mais barato do que os mesmos modelos do ano anterior.

No estado da Bahia, a diferença entre os valores referentes às duas versões se encontra acima da média nacional, chegando a 9%.

Estes novos modelos de veículos possuem a tendência de ter um valor de seguro inferior motivado pelo seu baixo custo de manutenção. Eles também têm uma circulação menor, o que ocasiona em um número de sinistro mais abaixo da média.

Por meio destes dados comprovamos a importância do preço do seguro e como esta proteção pode ser o fator decisório para a escolha de um automóvel. O levantamento teve como base os dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Sobre as expectativas para o ano que vem as vendas de seguros melhorem já no mês de janeiro. O mercado em geral vai estar muito acessível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário