SAÚDE






PLANOS DE SAÚDE

 

"Saúde é um estado de completo bem estar físico, social e mental e não 
somente a ausência de doenças".

Como já é do conhecimento de todos, os planos de saúde no Brasil, apresentavam problemas enormes à seus associados. Sempre se defendiam de forma a não honrar as obrigações para o fim a que se destinavam, pois careciam de regulamentação. Agora isso tudo mudou !  O governo, através da lei 9656 e suas mp's, veio regulamentar este setor tão carente.

A contratação deste benefício está cada vez mais personalizado, assim, caso precise de cotações, entre em contato através de nosso Telefone 11 5072 2065 ou e-mail info@grecoseguros.com.br.

Nós da Greco Planner Seguros, optamos em trabalhar  com empresas com capacidade financeira e administrativa, reconhecida pelo mercado. Seus preços sofrem reajustes somente no aniversário do contrato ou na mudança da faixa etária. Com a nova regulamentação, acreditamos que somente as empresas com estas características, conseguirão sobreviver a esse novo cenário. 


Plano de Saúde para Pequenas Empresas

Disponível para população entre 03 e 99 pessoas. Possibilidade de contratação para sócios, funcionários e prestadores de serviço, conforme normas de cada operadora.  Basta enviar data de nascimento dos participantes e elaboramos estudo completo no máximo em em 24 horas e disponibilizamos um consultor para apoiá-lo na avaliação das alternativas. 

Plano de Saúde para Médias e Grandes Empresas 

Avaliamos as necessidades do cliente, em conjunto com sua equipe de  RH, e buscamos  a melhor alternativa de benefício x custo para a Empresa. Dispomos de recursos altamente eficazes para análise, definição e implantação do melhor plano de saúde para sua empresa. Nosso serviço pós venda busca reduzir ao máximo as preocupações da equipe de RH com manutenção e suporte aos usuários do plano.

Plano de Saúde Individual / Familiar

Prestamos suporte na definição do melhor plano para cada indivíduo e sua família. Oferecemos serviço de consultoria para aquisição de novos planos ou migração entre planos com  compra de carências. Temos total compromisso com a ética e consciência da importância deste produto para as pessoas. Orientamos os clientes sobre todos os prós e contras da migração de forma que não haja prejuízo ou redução de coberturas. 


ENTENDA COMO FUNCIONA


Planos de Saúde com Coparticipação


O que são planos de saúde com coparticipação?

Nessa modalidade, o consumidor paga por cada consulta, exame, internação ou outros procedimentos que utilizar. A mensalidade costuma ser mais baixa, mas é preciso avaliar se vale a pena para o seu caso
Você já ouviu falar dos planos de saúde com coparticipação ou com franquia, como também são chamados? Essa é a modalidade em que o usuário paga, além do valor mensal do plano, uma taxa a cada vez que passar por uma consulta ou fizer um exame, por exemplo.

Assim como no plano de saúde tradicional, a coparticipação oferece as mesmas coberturas. Só que enquanto no primeiro não é preciso pagar individualmente os procedimentos utilizados, no segundo, o consumidor paga uma parte da despesa da operadora pelo atendimento prestado.

Essa taxa varia de uma operadora para outra, e pode ser cobrada por meio de um valor fixo ou um percentual, o que é determinado pelo próprio plano, conforme previsto em contrato. Por exemplo, uma consulta pode custar R$ 20 ou 20% do valor previsto na tabela da prestadora.

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a operadora só está proibida de cobrar o valor integral do procedimento, pois assim estaria dificultando o acesso do consumidor ao plano de saúde.

Ainda, segundo as normas da ANS, a coparticipação não pode implicar no desvirtuamento da livre escolha do consumidor, por exemplo: operadoras que colocam z modalidade somente para prestadores credenciados aos planos e não colocam para prestadores integrantes da rede própria.

Os contratos com coparticipação são comumente oferecidos nos planos coletivos empresariais (oferecidos pelo empregador), embora também exista entre os individuais/ familiares e coletivos por adesão, que são aqueles fornecidos por associação ou sindicato. No caso dos coletivos, seja com coparticipação ou não, os reajustes de mensalidade não são regulados pela ANS. Entretanto, no caso da coparticipação em internação, os valores devem ser prefixados e não poderão sofrer indexação por procedimentos ou patologias.


Para o barato não sair caro

Como o consumidor paga uma tarifa pelo procedimento avulso, a mensalidade de planos com coparticipação tende a ser mais barata do que planos similares do mercado. Mas a dica para quem pretende contratar essa modalidade é estudar se ela realmente vale a pena, levando em consideração algumas necessidades do usuário, como a frequência de consultas e exames no mesmo mês.


Atenção ao contrato

O consumidor que optar pela contratação desse tipo de plano deve observar atentamente o que dispõe o contrato do serviço, principalmente em relação ao repasse dos valores e os reajustes.

A operadora, por sua vez, deve informar no documento de forma clara e adequada a tabela utilizada como base para o cálculo do valor das consultas, exames etc. Se ela for alterada por alguma razão, o usuário deve ser previamente informado.

Além disso, a empresa deve disponibilizar um canal que possibilite o acompanhamento do uso do plano por meio de um extrato, com a data da realização do procedimento, a descrição do serviço e o prestador responsável.

Caso a operadora não esclareça alguma das condições do serviço e o consumidor acabe prejudicado por isso, a orientação é reclamar à ANS, ao Procon da cidade e, em último caso, acionar a Justiça.

Fonte:http://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/o-que-so-planos-de-saude-com-coparticipaco



Nenhum comentário:

Postar um comentário